Notificações de sarampo crescem 19% em uma semana no Estado

Notificações de sarampo crescem 19% em uma semana no Estado

De 42 subiu para 50 o número de notificações; dezoito casos estão sendo investigados, oito a mais em relação ao boletim anterior

Adriano Fernandes
Paciente tomando a dose da vacina. (Foto: Arquivo)

Paciente tomando a dose da vacina. (Foto: Arquivo)

De 42, subiu para 50 o número de notificações por sarampo em Mato Grosso do Sul. Um crescimento de 19% em apenas uma semana, conforme a Secretaria de Saúde. Também houve aumento no número de casos sob investigação. Atualmente são dezoito casos sendo apurados, oito a mais em relação ao boletim anterior.

O número de registros da doença confirmados se manteve em dois, um em Campo Grande e outro em Três Lagoas. As duas vítimas da doença, um bebê de 10 meses e um homem de 52 anos, haviam viajado para São Paulo recentemente e por isso o contágio ocorreu lá. Dessa forma, são considerados “importados” conforme a Secretaria de Saúde.

Mas o Ministério da Saúde define que se há caso confirmado, há surto ativo, independente do caso ser importado ou não. Sendo assim, o Estado integra a lista de estados com surto ativo de sarampo por ter casos confirmados da doença. No boletim epidemiológico 24 do Ministério da Saúde aparece como confirmado o caso do homem de 52 anos do município de Três Lagoas. 

A única forma de prevenir a doença é a vacinação, por isso é importante que os moradores procurem os postos de saúde para a imunização. Na rede pública, o foco são as crianças de seis meses até dois anos incompletos.

A dose zero da vacina contra sarampo para bebês entre seis meses e 11 meses e 29 dias é aliada ao calendário de rotina para imunização contra a doença. Além dela, existe a dose um (tríplice viral), para crianças a partir de 12 meses e a dose dois (tetraviral), para indivíduos de 15 meses.

tribuna

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *