Prevenção do câncer de boca é tema de orintação na Caravana da Saúde de Jardim

Prevenção do câncer de boca é tema de orintação na Caravana da Saúde de Jardim

Jardim (MS) – O programa Caravana da Saúde do Governo do Estado ampliou a parceria com a Associação Brasileira de Odontologia de Mato Grosso do Sul (ABO) e os Conselhos Federal e Estadual de Odontologia e incorporou na sua programação a prevenção ao câncer de boca. Segundo especialistas, a incidência da doença tem sistematicamente aumentado em todo Brasil.

“É preciso entender que o câncer de boca é tão agressivo a saúde dos demais cânceres e precisamos orientar a população de como é fácil e necessário a realização do auto-exame”, explicou Robson Lins, diretor do CRO-MS.

A parceria consiste, além dos atendimentos já em funcionamento nas demais Caravanas da Saúde, orientar a população de como se faz o auto-exame. São procedimentos simples e que devem ser adotados sempre que possível. “O auto-exame é bem simples, a pessoa precisa apenas apalpar as bochechas, verificar se há glândulas, verificar os lábios e as gengivas. Essa prática que pode ser feita a qualquer hora, principalmente na escovação dos dentes”, explicou Eduardo Motta, membro do CRO-MS.

Para os especialistas, a falta de informação é o maior problema para o aumento da incidência da doença. Por essa ração, o Governo do Estado e as entidades odontológicas decidiram iniciar o trabalho da educação para a prevenção do câncer de boca.

“Muitas vezes as pessoas vão ao dentista apenas para uma extração de dente, para fazer restaurações e limpeza, o que deixa o sorriso bonito, mas temos mesmo é que nos preocupar com a saúde bucal que começa pela escovação até a auto-prevenção”, completou Motta.

Os principais fatores de risco são a bebida alcoólica, tabaco e falta de uma higiene bucal correta.

Atendimento odontológico

Na 8ª edição da Caravana da Saúde, em Jardim, o programa odontológico atendeu certa de 100 pessoas neste dia de atendimento. Os procedimentos foram de extração, restauração, limpeza e exame clínico de prevenção do câncer. “Quando detectamos algo diferente, aqui mesmo encaminhamos para a biopsia. Quando mais cedo tratado, mais chances de cura”, concluiu Carlos Magno, presidente a ABO-MS.

Texto: Beatricce Bruno – Fotos: Jessica Barbosa

tribuna

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *