16 de julho de 2024

CONFERÊNCIA DISCUTE O SUS E SUA IMPORTÂNCIA NA SAÚDE PÚBLICA

O Conselho Municipal de Saúde e a Prefeitura de Bela Vista, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, iniciaram na manhã desta sexta-feira (24/03), no Cine São José, a 8ª Conferência Municipal de Saúde, em que o tema: “Garantir Direitos e Defender o SUS, a Vida e a Democracia – Amanhã Vai Ser Outro Dia”, dominou as principais discussões.
A cerimônia de abertura contou com apresentações culturais dos idosos do Projeto Conviver, e das crianças do Projeto Anjos da Fronteira.
O evento contou com a participação do presidente do Conselho Municipal de Saúde, Ivo Sorrilha, da secretária municipal de Saúde, Cleusa Chucarro, do presidente do Poder Legislativo, Johnys Basso, da diretora do Hospital São Vicente de Paulo, Marly Pucheta, além dos secretários municipais Aires Cafure (Fazenda), Francisco Gutierres (Obras) e Ico Battilani (Administração), além do vereador Geferson Vieira.
A CONFERÊNCIA:
O evento, entre outros objetivos, tem buscado debater o tema da saúde como direito e na consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS); além da necessidade da garantia de financiamento adequado e suficiente para o SUS.
Também reafirmar, impulsionar e efetivar os princípios e diretrizes do SUS, para garantir a saúde como direito humano, à sua universalidade, integralidade e equidade do SUS, com base em políticas que reduzam as desigualdades sociais e territoriais, conforme previsto na Constituição Federal de 1988, e nas Leis nº 8.080, de 19 de setembro de 1990 e nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990.
A Conferência ainda visa mobilizar e estabelecer diálogos com a sociedade brasileira acerca da saúde como direito e em defesa do SUS; Fortalecer a participação e o controle social no SUS, com ampla representação da sociedade em todas as etapas.
Além de avaliar a situação de saúde, elaborar propostas a partir das necessidades de saúde e avaliar a execução do Plano Plurianual – PPA e dos Planos Municipais, além de propor diretrizes para o Plano Plurianual – PPA e Plano de Saúde Estadual.
E por fim, aprofundar o debate sobre as possibilidades sociais e políticas de barrar os retrocessos no campo dos direitos sociais, bem como da necessidade da democratização do Município, em especial as que incidem sobre o setor saúde.
FOTOS: JT