30 de novembro de 2020

Clientes da Energisa pagam 7,19% a mais pela energia a partir de abril

Cálculo foi feito pela Aneel

A conta de energia dos clientes da Energisa, concessionária responsável pela energia em 74 dos 79 municípios de  Mato Grosso do Sul ficará em média 7,19% mais cara, a partir do próximo dia 8 de abril, na semana que vem. O cálculo do reajuste foi feito pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) e divulgado ao Conselho dos Consumidores de Energia Elétrica da Área de Concessão da Energias do Estado, na tarde desta quinta-feira (31).

De acordo com o Conselho, o impacto ao consumidor residencial é previsto em 6%. Os índices serão ainda submetidos à reunião de Diretoria da Aneel. “O que podemos comemorar é que desta vez o reajuste será abaixo de duas casas decimais, mas precisamos considerar que incide sobre um patamar que está alto”, diz a presidente do Concen, Rosimeire Cecília da Costa.

A presidente destaca que com o nível dos reservatórios de hidrelétricas em 58% e vigência da bandeira verde, ou seja, sem acréscimo na tarifa pela primeira vez desde que as bandeiras entraram em vigor, o efeito do reajuste deve ser neutralizado na percepção do consumidor.

“O que traz preocupação é o impacto do excesso de energia, porque as empresas contrataram no mesmo patamar do ano anterior, mas a atividade industrial está desacelerada e a demanda caiu”. Rosimeire lembra, porém, que o Setor Elétrico já repactua os contratos para que o consumidor não seja penalizado por isso.

Nesta quinta-feira o Concen realiza a segunda reunião ordinária de 2016, dentre os assuntos em pauta a qualidade do serviço prestado pela concessionária – indicadores DEC e FEC.

A reportagem entrou em contato com a Energisa, para questionar a porcentagem reajustada e quais os impactos sobre os consumidores e suas faixas, mas foi informada que a reunião final de oficialização dos cálculos  da Aneel ainda não aconteceu.

Danielle Valentim, sob supervisão de Marta Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *