21 de abril de 2024

Governo federal abre linha direta para tratar dos grandes projetos para MS, afirma Eduardo Riedel

“A gente percebe no Governo Federal uma retomada de diálogo. Isso é muito importante. Já se formou uma linha direta com a Casa Civil para que a gente possa avançar em grandes projetos como a concessão de rodovias federais, o acesso à ponte de Porto Murtinho com a Rota Bioceânica, que está sendo conclusa, assim como toda a relicitação da Malha Oeste e a retomada da UFN-III”, destacou o governador.

Riedel participa desde ontem (26) de uma série de agendas em Brasília, sendo que nesta sexta-feira (27) se reuniu com o presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva e os demais governadores. “Estamos defendendo os grandes projetos que vão transformar Mato Grosso do Sul”.

Ele ainda citou a parceria com o Estado do Paraná para viabilizar a “Nova Ferroeste”, que vai ligar Maracaju (MS) ao Porto de Paranaguá (PR). “O presidente Lula deve ir ao Paraná. Combinamos isso para que seja feita até abril. São projetos em parceria com os outros estados, sendo necessário que tenha diálogo, canal direto, bom planejamento, para que seja executado”, completou.

)

Outro assunto tratado com o Governo Federal foram as perdas dos estados com a redução das alíquotas de ICMS (imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias e serviços) em diversos setores.

“É importante que o Governo Federal se envolva nessa discussão porque ela afeta diretamente o pacto federativo. São os 26 estados e o Distrito Federal nessa condição. Então, o ministro Fernando Haddad colocou que junto a AGU vai buscar uma solução definitiva dessas questões tributárias”.

Durante o encontro com o presidente, Riedel assinou junto com os demais governadores uma carta em defesa da democracia, reafirmando o compromisso com o Estado Democrático de Direito.

Eduardo Riedel participa de reunião com presidente e governadores (Foto: Renato Alves/Agência Brasil)

Leonardo Rocha, Comunicação do Governo de MS
Foto Capa: Guilherme Pimentel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.