24 de maio de 2022

Governo de MS confirma reajuste de 20% para professores convocados partir de março

Para o mês seguinte, o salário da categoria terá novo reajuste de mais 14%, disse o governador

Mariane Chianezi e Fábio Oruê

 

None
Leonardo de França, Midiamax

Após o Presidente da República Jair Bolsonaro (PL) anunciar reajuste de 33,24% no piso salarial dos professores convocados, os professores de Mato Grosso do Sul terão reajuste inicial de 20% a partir de março. 

Em reunião na noite desta quarta-feira (23), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o presidente da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), Jaime Teixeira, assinaram termo de compromisso para garantir o reajuste dos professores. Foi definido que os 20% serão pagos na folha de março.

Enquanto a partir de abril, sobe mais 14%, chegando os 34%. Até outubro, o Governo se comprometeu a cumprir a lei do piso dobrado e pagar reajuste de 90%.O impacto para os convocados na folha do Estado será de R$ 196 milhões para os convocados e para os concursados, R$ 100 milhões.

“Professor que está em início de carreira, que trabalhar por 40 horas semanais terá salário de R$ 10,4 mil”, disse o governador, referindo-se ao reajuste do piso dobrado previsto para outubro. Parta os concursados já está valendo o reajuste de 88%.

Concurso para professores

O concurso para professores da rede estadual de ensino terá edital publicado nesta quarta-feira (23). Serão 722 vagas para preenchimento imediato com cadastro reserva de 3,6 mil professorespodendo resultar na convocação de até 1 mil profissionais, informou a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) ao Jornal Midiamax.

De acordo com o presidente da Fetems, Jaime Teixeira, os detalhes foram acordados em uma reunião realizada na manhã desta terça-feira (22), com a presença de diversos secretários estaduais. O edital deve ser publicado no Diário Oficial do Estado de amanhã e as provas deverão ocorrer em abril deste ano

Jaime explica que serão disponibilizadas 720 vagas para preenchimento imediato com o cadastro reserva de 3,6 mil candidatos. “O concurso terá validade de dois anos, então poderão ser convocados até 1.000 professores”, comentou o presidente da Fetems.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *