24 de outubro de 2020

Após denúncia de agressão, vereadora faz corpo de delito e Câmara vai pedir quebra de decoro

Danúbia Burema – Midia Max

Após denúncia formalizada pela vereadora de Bela Vista Fabrizia Tinoco (Podemos) acusando colega vereador de tê-la agredido quando apresentava demanda à secretaria de Obras da cidade, a Câmara de Vereadores irá ingressar com pedido de quebra de decoro contra o acusado.

A informação foi repassada pelo presidente da Câmara à diretoria regional do partido de Fabrizia, destacando que o pedido será protocolado na próxima segunda-feira (18). O caso foi registrado como agressão por meio de um termo circunstancial na Polícia Civil e deve correr em segredo de Justiça. O vereador envolvido ainda não se manifestou sobre o caso.

Após o episódio, ocorrido na quarta-feira (13), a vereadora passou por exame de corpo de delito e disse ainda estar abalada após ser retirada da sala do secretário de Obras ‘arrastada pelos cabelos’. “Estou há três mandatos lutando pelo povo. Sou muito atuante não merecia isso. Foi muito violento pra mim. Foi humilhante. Foi triste. O cara me empurrar, me carregar, me machucar, me enxotar de uma sala me pegando como se eu fosse bandido”, afirmou.

Em nota, o Podemos disse repudiar a atitude e que espera apuração do caso. “Foi humilhada, não só como mulher mas como autoridade eleita representante do povo. É inadmissível qualquer agressão”, destacou o presidente Sérgio Murilo. Para que o caso siga adiante, a Polícia Civil adiantou que a vereadora terá que representar contra o colega.

O vereador acusado não se manifestou sobre o ocorrido. Permanece aberto espaço para que ele exponha sua versão sobre o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *