20 de outubro de 2020

Após denúncia de agressão, justiça concede medida protetiva para vereadora Fabrizia Tinoco

A juíza de direito Dra. Penélope Mota Calarge Regasso concedeu medida protetiva à vereadora que foi agredida por um colega do legislativo, em Bela Vista. Segundo relato da vereadora Fabrizia Tinoco, ela teria ido até a secretaria de obras, na última quarta-feira (13), para cobrar ações na Rua Pedro Álvares Cabral, quando se iniciou uma discussão com uma engenheira lotada na pasta, e o vereador Francisco Gutierres teria entrado na sala e de forma grosseira apertou seu braço e puxou seu cabelo, lhe jogando para fora da sala.

O delegado que cuida do caso formalizou o pedido à Justiça logo que a mulher denunciou a ocorrência na delegacia. O exame de corpo de delito foi feito na quarta-feira (13) e confirmou a lesão corporal.

Na decisão, a juíza cita: “Do exame dos autos, verifica-se que há provas da materialidade do delito de lesão corporal dolosa, havendo indícios suficientes de que a autoria recai sobre o representado, conforme se verifica da análise do boletim de ocorrência (f. 4/5), termo de declarações da ofendida (f. 8/9), laudo de exame de corpo de delito (f. 6/7), e fotografias (f. 2/3).”

A partir da intimação, o agressor não poderá se aproximar da vítima, muito menos manter contato com ela por qualquer meio de comunicação, sob pena de prisão por descumprimento à ordem judicial. A medida protetiva foi concedida na sexta-feira (15), a pedido da Polícia Civil de Bela Vista.

bvnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *