24 de outubro de 2020

Ex-prefeito e secretário especial da Casa Civil sofre atentado em fazenda

Lanzarini seguia com o genro em uma caminhonete, quando foi surpreendido por tiros; suspeito é capataz da fazenda

Viviane Oliveira e Leonardo Rocha

Ex-prefeito de Amambai e atual secretário especial do Governo do Estado, Dirceu foi ferido a tiros (Foto: A Gazeta News)
Ex-prefeito de Amambai e atual secretário especial do Governo do Estado, Dirceu foi ferido a tiros (Foto: A Gazeta News)

O ex-prefeito de Amambai e atual secretário especial da Casa Civil do Governo do Estado em Mato Grosso do Sul, Dirceu Lanzarini, foi ferido com 1 tiro na cabeça e 2 no braço, na manhã desta segunda-feira (24), em Amambai, distante 360 quilômetros de Campo Grande. 

Segundo o site a Gazeta News, o crime ocorreu em uma propriedade rural do ex-prefeito, localizada no entorno do município. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, Lanzarini seguia com o genro em uma caminhonete, quando o veículo foi atingido por vários tiros. Pelo menos um dos disparos atingiu a vitima, causando perda de massa encefálica. 

Dirceu foi socorrido pelo genro que, mesmo ferido de raspão no pescoço, dirigiu até um quartel do Corpo de Bombeiros. Inconsciente e com dificuldades para respirar, o secretário foi levado para o hospital da cidade, mas foi transferido para o Hospital do Coração de Dourados.

O suspeito pelo atendado, conforme o site, é um funcionário da fazenda, conhecido como Luis Paraguaio. Os dois teriam discutido antes de Dirceu ser baleado.

Lanzarini foi prefeito de Amambai por três mandatos e assumiu como secretário de Estado em novembro de 2018.

O prefeito de Amambai, Edinaldo Luis de Melo (PSDB), disse que o estado de Lanzarini é “grave”. Também afirmou que já pediu apoio do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), para evitar que o suspeito fuja para o Paraguai.

Uma equipe da Polícia Civil está agora na fazenda de Dirceu Lanzarini, que fica a cerca de 30 quilômetros do centro de Amambai, a 360 km de Campo Grande.

O secretário adjunto do Governo, Flávio César, disse que “neste momento difícil, não nos cabe nenhum pronunciamento sobre o caso até novas informações”. Ainda ponderou: “A única coisa que nos cabe é pedir a Deus pela vida do nosso amigo Dirceu”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *