17 de julho de 2024

Governo de MS reajusta piso salarial dos professores com normal médio/magistério

Os professores efetivos da Rede Estadual de Ensino, com carga horária de 40h semanais recebem R$ 10.318,18, que é o maior salário para professor no Brasil, na educação básica. Na tabela salarial do magistério 40h/aula da Rede Estadual de Ensino traz o vencimento inicial e a remuneração com os adicionais agregados por tempo de serviço (evolução na carreira) para professores com habilitação Magistério, superior, pós-graduação e mestrado.

No conjunto da política de valorização dos trabalhadores em educação, além de cumprir o piso salarial da categoria, o Governo do Estado também prioriza investimentos na rede física. “Temos um compromisso inegociável com a educação, e a valorização dos profissionais da educação é parte fundamental desse compromisso”, afirmou o governador Eduardo Riedel.

Ano letivo

As aulas nas escolas estaduais começam no dia 23 de fevereiro e o Governo de Mato Grosso do Sul já tem garantido contratos firmados com fornecedores a entrega de 486 mil uniformes e mais 192,8 mil kits escolares, com vários itens.

Ao todo, o investimento feito pelo Governo é de R$ 20,3 milhões, somente em uniformes são R$ 11,3 milhões, referentes a 364.012 camisetas e 90 mil bermudas – cada estudante terá direito a duas camisetas, e os que estão nos anos finais do ensino fundamental receberão também uma bermuda. Os estudantes das escolas cívico-militares, cada um deles terá direito a receber dois conjuntos especiais, compostos por jogo de agasalho (jaqueta e calça), além das duas camisetas e uma bermuda dos alunos da modalidade tradicional.

A Rede Estadual conta atualmente com 348 escolas, alcançando todos os 79 municípios do Estado. Antes do início das aulas, professores e gestores vão passar por jornada formativa, que será realizada entre os dias 6 e 13 de fevereiro.

Natália Yahn, Comunicação do Governo de MS
Foto: Bruno Rezende/Arquivo