4 de março de 2024

Pais travam luta com plano de saúde para operar menina com ‘ossos de vidro’ em Campo Grande

Em meio ao impasse, pequena está internada na Santa Casa

 

Quem relata o caso é o pai da criança, que está internada na Santa Casa, em Campo Grande. Ele destacou que a família mora em Selvíria, mas está na Capital para o tratamento da pequena. A família tem plano de saúde, que tem o interior de São Paulo (São José do Rio Preto) como área de atuação principal. 

O homem detalhou que a operadora exigiu diversos laudos e orçamentos de materiais a serem utilizados na cirurgia. No momento, dizem o pai e a mãe, a família aguarda uma auditoria do plano. 

Os pais lamentam a demora na cirurgia e também estão indignados, em razão da operadora ter sugerido a transferência dela – de Campo Grande para o interior paulista, o que demanda mil quilômetros. 

”Minha filha está há três semanas internada, ela toma morfina para dormir… sente dor para trocar fralda… como ela vai viajar mil quilômetros?”, questionou o homem, que ressalta a gravidade da doença. 

”Ela tem ossos de vidro”, completou o pai. 

O homem lamentou o episódio e pensa em entrar com ação judicial. Ele detalhou que a operadora tinha até o dia 20 de abril para dar a resposta.  A família diz não aguentar mais o sofrimento e observou o fato de Campo Grande passar por um surto de doenças respiratórias, como gripe e covid-19. 

”Não aguentamos mais, ela está exposta”, desabafou o pai, que ainda tem mais duas crianças para cuidar.  

Entramos em contato com a HB Saúde e fomos informados que o plano foi comprado pela empresa HAP Vida. Em contato com a compradora, fomos informados que uma equipe iria acionar os pais e tentar resolver o problema.

Até o momento não houve resposta efetiva em relação ao questionamento da família. O espaço segue aberto para manifestações da empresa. 

fonte-topmidianews

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.