5 de dezembro de 2021

Além do cachê, MS gastou R$ 67,6 mil com passagens para cantor gospel

Foram pagos também R$ 90 mil por dois shows de Valadão

Jéssica Benitez

Além do cachê de R$ 90 mil pago ao cantor gospel André Valadão, que também integrou a banda Diante do Trono, oriunda da Igreja Batista da Lagoinha (MG), o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul desembolsou mais R$ 67.600 em passagens áreas para o artista e sua banda, conforme relação de empenhos da secretaria de Cultura publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (1º).

Em 05 de novembro foram pagos à Easycred Serviços de Crédito e Turismo Eireli R$ 27.600 mil. No dia seguinte o show ocorreu em Ponta Porã. O segundo pagamento foi de R$ 40 mil referente a data de 24 de novembro, mas o espetáculo ocorreu no dia 28 do mesmo mês em Três Lagoas. O valor foi pago a mesma empresa.

.Ainda conforme publicação, as apresentações são dentro do Projeto Ações Culturais Participativas. O contrato é feito entre a FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul) e o próprio Valadão, por meio da Amando Vidas Produtora e Gravadora.

Somente este ano Valadão faturou R$ 225 mil em verbas públicas estaduais em Mato Grosso do Sul, ele se apresentou em Campo Grande, no dia 26 de agosto, por R$ 45 mil, além de ser contratado para shows em Camapuã e Corumbá, em setembro, também pagos pelo governo do Estado. De todo o extrato os gastos com Valadão são os maiores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *