31 de outubro de 2020

Dr. Antenor Camargo Leme delegado de Bela Vista, também respondendo por Porto Murtinho

Por

O delegado de policia da cidade de Bela Vista, e desde o mês de dezembro também responde pela delegacia de policia da cidade de Porto Murtinho, Dr. Antenor Camargo Leme, falou desse seu primeiro ano de trabalho como delegado no município de Bela Vista, chegou aqui no dia 11 de fevereiro de 2015 no auge dos roubos e assaltos, tão logo chegando iniciou um trabalho conjunto entre os policiais civis e militares e os acontecimentos acalmou. Parabenizou os policiais civis, que mesmo em quantidade reduzida exercem seus trabalhos com muita eficiência e responsabilidade.

Segundo o Dr. Antenor no final do ano com as festas e viagens, as ocorrências aumentam, mas que também neste período os trabalhos policiais são reforçados, e isto ocorrem em todas as cidades e aqui não é diferente, motivo pela qual já nos primeiros dias do ano os acontecimentos normalizam, quanto ao trafico e contrabando em que Bela Vista é uma das rotas, ele falou que no período das chuvas deu uma acalmada, mas sobre o trafico começaram as informações e automaticamente os trabalhos investigativos são repassados para outras instituições, que pela eficiência profissional que exercem resulta nas apreensões.

O Delegado Antenor Camargo, falou que o reflexo do bom relacionamento profissional entre as policias civil e militar pode ser percebido por todos, que apesar de ser uma cidade fronteiriça aqui ainda se tem paz e tranqüilidade, sem deixar de valorizar o comportamento da população, falou também que as ocorrências mais graves levando em conta o índice populacional fronteiriço, são poucas.

Perguntado se a instalação das câmeras de monitoramento em alguns pontos estratégicos da cidade, a que ponto podem ajudar a policia, o delegado foi enfático em afirmar que do seu ponto de vista todo equipamento tecnológico é bem vindo, e que elas de certa forma já vem ajudando a coibir a marginalidade, que as imagens que serão geradas pelas mesmas vão dar mais agilidade ao trabalho, e até evitar acontecimentos, ou da pior das hipóteses ajudará a elucidar os fatos.

Quanto a carros roubados, segundo ele a maior parte vem de Campo grande e basicamente todos são apreendidos, que na região aquele fato de Porto Murtinho foi uma exceção, que graças a eficiência dos policias que contaram com o apoio da policia Paraguaia os meliantes foram presos, que por coincidência ele também esta respondendo pela delegacia daquela cidade, isso esta facilitando a elucidação dos fatos.

Segundo o Delegado Antenor, a descoberta da ocorrência de pedofilia, iniciou com uma mãe atenta ao wat zap do filho, que ao perceber as mensagens imediatamente os procurou, entregando a ele o celular do filho, que ao checar o spin da tela acionou o Conselho Tutelar e rapidamente iniciaram as investigações e descobriram que as mensagens através desse aplicativo já havia nos celulares de vários adolescentes.

Dr. Antenor leme falou que Marcelo André Luiz Xavier de Oliveira (44), natural da cidade de Navirai-MS se diz homossexual (Pessoa que se sente atraída pelo mesmo sexo). Segundo o Delegado as investigações continuam que ainda não é possível precisar números, mas que com alguns adolescentes já ficou confirmado à relação anal.

bv70

Dr. Antenor falou que o Marcelo Andre, é reincidente e tem uma vasta ficha criminal pelos mesmos atos, já foi preso em varias cidades que recentemente esteve preso por três anos na cidade de Amambai – MS, que faz cinco meses que saiu e veio para Bela Vista praticar os mesmos atos, é um direito constitucional informar aos familiares sobre a prisão do membro da família, mas que o Marcelo se nega em informar o paradeiro de seus familiares.

Na opinião do delegado, o Dr. Vinicius Pedrosa Santos (Juiz de Direito) tem sido sempre muito eficiente e ágil, vai concluir o inquérito o mais breve possível, quanto ao total da pena depende das circunstancias dos atos que vão apurados, que é de responsabilidade do judiciário e só o Juiz que vai decidir.

A cadeia publica de Bela Vista tem hoje 12 presos, sendo 08 recolhidos e 05 que fazem parte do semi-aberto, em 2015 a Delegacia estava praticamente sem condições de trabalho, com apoio de alguns amigos doando alguns materiais, o delegado e os policiais civis de Bela Vista realizaram uma reforma no prédio, chegando até mesmos terem que tirar alguns numerários do próprio bolso para concluírem a reforma sem nem um custo para o estado. Quando questionado sobre a cadeia com outras palavras não nos autorizou fotografar as selas, mas temos conhecimentos que as mesmas se encontram em péssimas condições, levando em consideração nacional isso não é novidade.

Fotos: Hemelindo Mendonça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *