29 de novembro de 2020

Emoção e homenagem marcam posse de Mara Caseiro como deputada estadual

Tucana assumiu vaga de Onevan de Matos. Familiares e amigos do parlamentar acompanharam cerimônia

Ao fim da sessão da Alems (Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul), a tucana fez o juramento. Bastante emocionada, ela discursou perante a filha de Onevan, Rhaiza Matos, que assumiu a candidatura do pai e foi eleita.

“Venho assumir essa missão, que deveria ocorrer só em fevereiro de 2021. Poderíamos ser após a posse dele [Onevan], mas aqui estamos”, disse Mara. À Rhaiza, ela afirmou que a nova prefeita seguirá os passos do pai. “Você, Rhaiza, tem o legado de seu pai nesta missão que assumirá”, frisou.

A nova deputada elencou suas prioridades no mandato. “Projetos sociais, saúde, enfrentamento e combate a violência contra a mulher, resgatar a consciência jovem. O trabalho de um deputado estadual acontece no dia a dia, ouvindo as demandas e trazendo as soluções por meio dos projetos de lei e demais ações parlamentares. Vamos juntos continuar a transformar e desenvolver o nosso lindo Estado”, detalhou.

Mara será a única mulher na Casa de Leis. A Alems passou o último um ano e nove meses apenas com homens ocupando as 24 cadeiras. Além de Onevan,  (DEM) concorreu à prefeitura de Dourados, mas não foi eleito.

A expectativa do PSDB era que a ex-diretora-presidente da FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul) assumisse qualquer uma das vagas. Se ambos fosse eleitos, outra mulher chegaria ao Palácio Guaicurus: a também ex-deputada Dione Hashioka (PSDB).

“É importante termos uma representatividade feminina, pois hoje nós não há uma mulher representando as nossas mulheres de todo o Estado, aqui na Casa de Leis”, destacou Mara.

Emoção e homenagem marcam posse de Mara Caseiro como deputada estadual
Foto: Luciana Nassar, Alems

Os deputados fizeram um minuto de silêncio para lembrar o ex-colega, assim como na sessão de ontem, quarta-feira (18). Onevan tinha mais de 40 anos de carreira, sendo deputado desde a primeira legislatura. Só deixou a Assembleia entre 1989 e 1992, quando assumiu a prefeitura de Naviraí pela primeira vez.

Em seguida, Rhaiza recebeu das mãos do presidente da Casa, Paulo Corrêa (PSDB), a placa com o nome do pai. Ele era 1º vice-presidente da Alems. O vice-prefeito eleito de Naviraí, Márcio Araguaia (PTB) e o presidente estadual do PSDB, Sérgio de Paula, participaram dessa homenagem.

“É um momento de muita emoção, desde sexta eu vivo a cada dia uma emoção diferente, assumi uma posição de muita honra e responsabilidade, onde vou fazer o meu melhor para continuar a levar a honra do meu pai como ele gostaria de estar na prefeitura de Naviraí”, declarou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *