26 de outubro de 2020

Ex-candidato a vereador em Bela Vista encontrado morto a golpes de barra ferro

Encontrado morto pela mulher e filha, Rubens Alegria, de 64 anos, foi espancado e morto com uma barra de ferro. Com a perícia realizada no local nesta segunda-feira (6), não foi encontrado nenhum projétil, ou marcas de tiro nas paredes, além disso, os policiais também não encontraram uma quantia de dinheiro que a vítima guardava na casa, reforçando a hipótese de latrocínio.

De acordo com o delegado Edmilson José Holler, da 6ª Delegacia de Polícia Civil, os peritos constataram que o crime aconteceu no sábado (4), último dia em que Rubens conversou com a esposa. O homem, que o síndico da vila de casa em que morava, foi morto com pelo menos duas pancadas na cabeça, que causaram afundamento de crânio.

A esposa de Rubens ainda informou à polícia que o marido guardava uma quantia em dinheiro na casa, valor que não foi encontrado no local, assim como o carro da família, um Celta prata. Conforme o delegado, o carro foi recuperado pela Polícia Militar neste domingo (6), quando uma guarnição encontrou o veículo abandonado no Bairro Nova Lima.

Além dos pertences da vítima, os bandidos também fugiram levando a chave da casa, que precisou ser arrombada pelo Corpo de Bombeiros. Em virtude disso, a polícia investigará se o autor do crime era conhecido de Rubens, já que nenhum vizinho percebeu movimentação estranha ou ouviu barulhos na residência.

O caso agora será encaminhado e investigado pela Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furto).

O caso

Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Polícia Civil foram acionados pela mulher e pela filha de Rubens. Elas contam que moram em Bela Vista e vieram para Campo Grande visitar o homem, mas ao chegarem à casa, ocalizada na Avenida Marechal Deodoro, no Amambaí, encontraram a porta trancada e puderam ver pela janela o homem já sem vida.

Bastante abalada com o ocorrido, à esposa da vítima contou que conversou com ela na sexta-feira e, na manhã de sábado (4), antes de seguir para a Capital, ainda recebeu um ‘Bom dia’ do marido pelo WhatsApp. Depois disso, a família não teria se falado mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *