28 de novembro de 2020

Douglas Gomes é acusado de praticar “Mensalinho” em sua administração e gastar 82.14% com a folha

A denúncia foi feita dia 22.06, na Rádio FM 106.3, pelos vereadores Alcir Mendonça e Johnys Basso e que os mesmos têm provas. Ainda denunciaram por Douglas ter gasto 82.14% com o pagamento da folha salarial, no primeiro semestre cometendo crime de improbidade administrativa

João Carlos Velázquez

Vereador Jhonnys. Foto. Ademir MendonçaOs vereadores Alcir Mendonça (PMDB) e Johnys Basso (DEM), na rádio FM 106.3 Rádio Fronteira, em Bella Vista Paraguai, no programa “A Voz do Povo”, comandada pelo vereador Alcir Mendonça, denunciaram nesta quarta-feira, dia 22, uma série de irregularidades feitas administrativamente pelo atual prefeito Douglas Gomes (PP), que foi afastado por 180 dias e retornou à prefeitura através de liminar, onde está sendo acusado de improbidade administrativa, por licitação fraudulenta.

Foram ao ar várias denúncias entre as mais graves destacamos a do chamado “MENSALINHO”, situação em que o prefeito Douglas Gomes está colocando secretários na administração em troca de ‘favores’, isso é devolver parte dos salários de secretários, que variam entre R$1 mil a R$2 mil reais e tem caso aonde o secretário devolveria aproximadamente 50% de seu salário.

Hoje a prefeitura de Bela Vista, possui as seguintes secretarias: Administração; Gabinete; Finanças; Assessoria de Imprensa; Procuradoria Jurídica; Saúde; Educação; Assistência Social; Obras; Esportes; Turismo e, Assessoria de Planejamento que é cargo de secretário, recebendo como tal e, desses, segundo os vereadores, alguns devolvem parte de seu salário, outros não.

Vereador Alcyr Mendonça. Foto. Ademir MendonçaOs vereadores nos microfones da rádio afirmaram que “há “Mensalinho” para o prefeito Douglas Gomes e que eles têm provas com gravações e testemunhas da pratica do crime, inclusive uma gravação onde o próprio prefeito em uma reunião com os secretários, o seu primeiro escalão, pedindo uma “ajuda” para ele e, gravação esta que estão em seus poderes e que foi repassada a eles por aquelas que participaram da reunião.

Ainda os vereadores destacaram em sua denúncia que existe secretário nomeado que repassa a metade de seu salário. Hoje o salário bruto, sem descontos de um secretário é de R$ 7 mil reais e do valor líquido, segundo os vereadores, o secretário nomeado estaria repassando 50% do valor mensalmente.

Ainda o vereador Johnys disse que “o prefeito Douglas Gomes não teve a vergonha de falar na minha frente sobre o ‘Mensalinho’ e ainda pedi a ele não falar, mas disse que somos ‘gente dele’, mas eu não sou ‘gente dele’ coisa nenhuma, sou gente da minha família e, meu irmão que foi buscar-me ouviu quando o prefeito disse isso”.

Alcir também disse, interrompendo o vereador Johnys, que ele mesmo havia dito ao prefeito Douglas que não deveria falar essas coisas para eles, mas que acabou falando que era repassado 50% do salário da secretária para a pessoas (não citou o nome, mas prometeram falar quem recebe esses 50%) “O prefeito Douglas Gomes falou isso para mim, na sua frente vereador Johnys e dos vereadores Pato e Lucinete”, frisou Alcir Mendonça.

OUTRAS DENÚNCIAS

Folha Salarial

Os vereadores ainda denunciaram que o prefeito Douglas Gomes, está pagando acima do que é permito pela Lei, a Folha de Pagamento dos funcionários onde nos meses de janeiro e fevereiro de 2016, conforme o artigo da Lei 22 da Lei de Responsabilidade Fiscal, onde determina que o limite prudencial deve ser menor que 54% ele gastou só com a folha 82,14%, isso no primeiro bimestre.

“Já no segundo bimestre, isto é, nos meses de março e abril o prefeito gastou o limite prudencial da folha o total de 76.63% do que se arrecadado pelo município. Portanto em média, comparando entre os meses de janeiro, fevereiro, março e abril de 2016, o limite prudencial de gastos com a folha ficou em 79.63%, portanto bem acima do que é determinado pela Lei e sendo assim, automaticamente o prefeito é cassado pelo não cumprimento do que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal”, ressaltou o vereador Johnys.

“Nos meses de maio e junho, com as demissões feita pelo então prefeito interino, Waldes Marques Claro, com o corte de gratificações e tudo mais para honrar o pagamento dos salários dos funcionários, o percentual abaixou a média para 62.47%, mesmo assim, ainda está fora do que determina a Lei, que é do máximo de 54%”, concluiu Johnys.

O vereador Alcir Mendonça, disse que em conversa, que manteve com o prefeito interino Waldes, foi de que se ele pagasse a folha com esse percentual acima do que é permitido a Lei no dia seguinte ele iria denunciar no Ministério Público, pois estaria cometendo também o crime de improbidade administrativa.

Médicos

Johnys, também denunciou que há médicos sendo pago no Hospital São Vicente de Paula, por serviços prestados, sendo como obrigação do Fundo Municipal de Saúde, o que não pode.

“Isso não pode! Eu estou com esses documentos oficiais em minha mão. O valor de R$20 mil que deveria ser pago pela secretaria municipal de Saúde, está sendo pago pelo Hospital e, isso não pode, estou com a folha de pagamento comigo para comprovar essas irregularidades e assim levar ao conhecimento das autoridades competentes por mais um crime de improbidade administrativa”, salientou.

“Amigos de vereador”

Outra denúncia feita pelo vereador Alcir Mendonça foi a de que tem pessoas que estão sendo mandada embora, ou ameaçadas, porque são amigos do vereador Alcir, bem como dos vereadores Johnys e Lucinete. Alcir citou especificamente o secretário de Obras, Manoel, que tem intimidado o funcionário efetivo de nome Emídio, dizendo a ele que deveria ‘chorar’ para o vereador Alcir.

“Essa secretaria de Obras, Manoel, nada tem feito para melhorar Bela Vista, é inoperante, ineficiente as atividade e que o Paulo Amaral em apenas 3 ou 4 dias patrolou quase toda as ruas da cidade, é só ir nos bairros da Primaveras, Costa e Silva e Espírito Santo e ver como foi feito o serviço, enquanto que a atual administração estando há quase um ano, nada tem feito para melhorar as ruas da nossa cidade, portanto, demonstrando a incompetência de quem está à frente dessa secretaria”, salientou Alcir.

Estas foram algumas das várias denúncias que estão em poder dos vereadores e que segundo eles deverão estar encaminhando aos órgãos competentes para a devida apuração e todas as irregularidades com provas robustas de crimes administrativos praticados pelo atual prefeito Douglas Gomes.

Com relação as denúncias feitas pelos vereadores, está na hora das autoridades competentes tomarem as devidas providencias, pois, os munícipes bela-vistenses não aguentam mais, tanto desmando e, são denúncias extremamente graves e que futuramente, com o alto índice da folha salarial, temos a certeza de que em dois meses o mais tardar o município não poderá mais ser administrado.

Com a palavra as autoridades competentes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *